Falésias e mais falésias, e lindas praias. As belezas naturais da costa do Algarve, no sul de Portugal, tornou a região um dos maiores atrativos turísticos do país e uma das mais cobiçadas por aqueles que gostam de dias ensolarados e quentes e muito azul, seja do mar ou do céu.

IMG_1815
Um dia de sol no Algarve.

É, hoje, uma das áreas mais ricas do país, e em seus milhares de quilômetros de costas, há uma infinidade de casas de veraneio, prédios de apartamentos e centenas de resorts. Além de muitos campos de golfe espalhados pela região, um dos lugares com o maior número deles na Europa.

Visitada por fenícios há mais de três mil anos, conquistada, posteriormente, por romanos, visigodos e mouros, até voltarem ao controle dos lusitanos, as marcas de algumas civilizações que ocuparam a região são bastante visíveis, das ruínas romanas aos azulejos e estilos arquitetônicos mouriscos. Construções que marcam a diversidade cultural impressa nesta parte do país ao longo dos milênios. Basta observar as casas caiadas, suas linhas arabescas, e suas características chaminés, influência dos séculos da ocupação moura da Península Ibérica e facilmente reconhecíveis no Algave. Nome, aliás, que deriva do árabe al-Gharb, o oeste, quando ainda fazia parte do al-Andalus, como a península era denominda pelos ocupantes mouros.

São as praias e as cidades barrocas, no entanto, os maiores atrativos do Algarve. Dezenas delas, espalhadas pela recortada costa, debruçando-se pelas colinas, ou na beira das falésias. É no Algarve, também, que se localiza Sagres, um dos lugares mais emblemáticos para o período das Grandes Navegações Portuguesas, e o Cabo de São Vicente, o ponto mais ao sudoeste do continente europeu. Mesmo em dias quentes, o vento que sopra nesta parte da Europa deixa o clima bastante ameno. É bom ter um agasalho leve para aproveitar o local sem passar frio.

IMG_1601.JPG
Farol do Cabo de São Vicente.

Neste cantinho da Europa, estão construções importantíssimas para a história da humanidade, como a Fortaleza de Sagres, e o Farol do Cabo de São Vicente, de onde se tem uma exuberante vista das falésias da região. As duas fortalezas são próximas, cerca de 6 km de distância, sendo visíveis de ambas as partes da baía que as separa. Entre elas, a Fortaleza do Beliche e a praia de mesmo nome, ótimos lugares para se dar uma paradinha e apreciar ainda mais. Uma inteligente estratégia utlizada pelos portugueses para guardar a área dos constantes invasores.

Uma caminhada por essas construções é como voltar ao passado ao imaginar os exploradores lusitanos navegando dali para desbravarem o então quase desconhecido mundo e chegarem ao oriente e ao Brasil. A casa de luz do Farol do Cabo de São Vicente, com sua cor vermelha, destaca-se facilmente entre a paisagem árida da região e o intenso azul do céu e do mar.

A leste de Sagres, encontra-se Lagos, uma das principais cidades históricas do Algarve, e um destino turístico cada vez mais em ascensão. Lugar crucial para os Descobrimentos Portugueses e um dos maiores mercados escravagistas no passado, traz a tona nomes bastante familiares da história lusitanta, como Gil Eanes, o primeiro a cruzar o famoso Cabo Bojador, e o rei D. Sebastião.  Praias, antigas fortalezas, casario e ruínas, além de inúmeros museus e igrejas fazem parte do acervo dessa simpática cidade. Charmosas lojas, cafés e restaurantes também garantem bastante distração ao turista. Um excelente local para se passar o dia, seja em suas estreitas ruas ou belas praias.

Além de sua milenar história e preservada arquitetura, as ruas da cidade são, por si só, um grande atrativo. Majoritariamente calçada com pedras portuguesas, apresentam mosaicos e formas geométricas harmônicas, dando um ar especial à cidade.

Lagos tem também ótimas praias e a da Batata, bem na entrada da cidade, ao lado do Forte da Ponta da Bandeira, fica abarrotada de gente querendo um lugar ao sol. Mas há muitas outras um pouco mais afastadas. A da Batata, por ser tão acessível, é um ótimo ponto de partida para se bronzear ao sol do Algarve e, logo em seguida, ao cruzar a estrada, aproveitar os atrativos e facilidades que o centro de Lagos oferece.

IMG_6135
A arte nas ruas de Lagos.

Seguindo adiante rumo ao leste, situa-se Portimão, cidade milenar que hoje é um grande pólo turístico. Seu centro histórico é bem simpático, com algumas construções bem preservadas, o que torna o passeio bem agradável. Seu porto é bastante movimentado, recebendo de pequenas embarcações de pescadores a navios transatlânticos, e vale uma caminhada pelo um imenso calçãdão da marina, à margem do Rio Arade, conhecido como Ribeirinha. Nesta parte da cidade está o Museu de Portimão e, também, caso seja necessário pegar um ônibus, o ponto do qual saem os veículos para outros lugares das redondezas.

SAM_2253
Caminho entre a falésia que liga as praias dos Três Irmãos e a Prainha, em Portimão.

Na parte de frente ao mar, a Praia da Rocha é bastante extensa, com dezenas de bares espalhados e um farol de onde se tem uma bela vista da cidade. Ao lado está a Praia dos Três Castelos, outro local bem disputado pelos banhistas. Separadas por um muro natural, onde, no topo, há o mirante para poder observar a área. No alto da falésia, a Avenida Tomás Cabreira é agitada durante dia e noite, local de encontro dos jovens que se hospedam nesta parte da cidade. Bares, restaurantes e discos atraem os mais animados com música alta e bebidas em conta.

Uma das paisagens mais interessantes de Portimão está um pouco afastada do centro, mas de fácil acesso, a Praia dos Três Irmãos. Como o nome indica, são três grandes rochas, já na água, mas bem rentes à areia. Desta praia, passando entre buracos e fendas na falésia, chega-se à Prainha, pequena e agradável, onde há um restaurante cravado na encosta.

IMG_5665
O simpático centro de Ferragudo.

Ferragudo, na margem do Rio Arade oposta a Portimão, é outra parte a ser visitada. Esta pequena cidade tem um lindo centro histórico, fácil de percorrer a pé, embora tenha muitas ladeiras, com suas ruas estreitas. A Praça Rainha Dona Leonor, a principal da cidade, e seu colorido casario dão as boas-vindas a esse simpático lugar. Depois, é começar a andança e descobrir seus encantos e prestar atenção nos interessantes detalhes que conferem sofisticação e simplicidade ao mesmo tempo.

Outro lugar para se conhecer nos arredores de Portimão é Alvor, ao oeste, uma vila de pescadores que se tornou um dos mais movimentados espaços gourmet da região. Há uma enorme quantidade de restaurantes, concentrados na Rua da Ribeira, à margem do estuário do rio que dá nome à vila, com seu remodelado calçadão, e na Rua Dr. Frederico Ramos Mendes, uma via estreita quase tomada por mesas e cadeiras. A oferta é tanta que fica até difícil escolher. Um aspecto bastante curioso de Alvor é sobre os frequentadores da vila, bastante internacional, mas nota-se uma predominância de britânicos e irlandeses. O inglês é mais ouvido nas ruas, durante a noite, do o próprio português. Um local bom para comer, se divertir e praticar o idioma bretão.

Não muito longe de Portimão, seguindo leste, na direção de Faro, a capital do Algarve, estão locais de exuberante beleza e muito disputados. Belas praias encravadas entre as falésias, cidades históricas, ótimos lugares para caminhadas e mergulhos, além de navegação, e muita agitação. Por isso, alugar um carro seja, talvez, a melhor opção para se conhecer a região. Por não serem muito distantes umas das outras, é a maneira mais rápida de conhecer as várias cidades e praias do Algarve e toda a beleza e charme que elas têm a oferecer, além de aproveitar para ver as paisagens que não aparecem em guias turísticos. Também é possível apreciar as diversas rotatórias presentes nas estradas e ruas locais, verdadeiros monumentos dedicados à cultura portuguesa.

IMG_5815
O belíssimo litoral do Algarve e suas falésias.

É bom lembrar somente de um detalhe sobre o litoral do Algarve: a água do Oceano Atlántico nesta parte do mundo é muito gelada, quase agradável nos dias mais tórridos. Nos dias menos quentes, permanecer dentro da água é uma tarefa bastante difícil. Por isso, é muito comum ver muitas pessoas na praia e pouquíssimas no mar. Fato, porém, que não afungenta viagentes em busca de beleza, aventura e bom tempo.

Clique aqui para ver mais fotos do Algarve.

Anúncios